Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

O Oitavo Encontro Científico da UNIP e o Décimo Encontro de Iniciação Científica UNIP-Pibic-CNPq tiveram início no dia 3 de setembro no campus Indianópolis. Os encontros apresentam o momento atual do desenvolvimento na Universidade, criam novas motivações para a pesquisa e servem como canais de expressão da produção intelectual da Instituição.

 

A cerimônia de abertura contou com a presença da coordenadora dos programas de pós-graduação e pesquisa, a professora Marina Ancona Lopez Soligo, e da coordenadora do programa de mestrado em Odontologia, Cíntia Helena Coury Saraceni.

 

O palestrante da noite foi o doutor Riad Naim Younes, diretor do Hospital Sírio Libanês, professor e líder da pesquisa sobre Triagem de plantas brasileiras com atividade anti-tumoral, promovida pela UNIP. Ele realizou uma apresentação intitulada Pesquisa, Educação e Academia.

 

A platéia, composta por diretores, coordenadores e professores de pós-graduação e graduação dos cursos da área da saúde, acompanhou a abordagem clara e objetiva do doutor Riad sobre a necessidade de compreendermos o ensino universitário de forma abrangente, com metas definidas para a formação integral do aluno, não só como um profissional, mas como pesquisador e indivíduo com senso crítico e possibilidade de analisar oportunidades em sua área de atuação.

 

Foram abordados aspectos referentes às pesquisas universitárias, suas dificuldades e seu impacto não somente no aluno, mas também no professor e na própria Universidade. Também foram enfocadas as responsabilidades e os papéis da instituição de ensino e dos corpos docente e discente para o surgimento e aprimoramento de pesquisas de ponta com verdadeiro significado científico.

 

Para o doutor Riad, 'cabe à Universidade proporcionar instalações, patrocínio e meios de incentivo à pesquisa para todos os alunos, sem exceção. Aos professores, cabe exercer o papel de mentores, instigarem o senso crítico dos alunos, propiciarem integração com alunos de pós-graduação, acesso aos laboratórios e às pesquisas em andamento e orientar a realização de projetos de pesquisa'.

 

O palestrante procurou ainda aguçar o senso crítico dos estudantes para a necessidade de buscar novas perspectivas dentro de cada profissão e as oportunidades que a UNIP oferece para o crescimento técnico e científico.

 

A apresentação expôs a necessidade e a importância da pesquisa para o País e mostrou aos universitários que eles podem e devem realizá-las dentro da instituição em que estudam, a fim de serem profissionais diferenciados, reconhecidos e citados como referência no mercado de trabalho.

 

A conferência veio ao encontro do pronunciamento da professora Marina Soligo, que enfatizou que a UNIP, como centro de produção e difusão do saber, se configura em um espaço de discussão de múltiplas e controversas idéias e concepções de mundo, onde são encorajadas as diferentes visões geradas pela natureza específica de cada curso oferecido, tanto de graduação como de pós-graduação, na expectativa de que seu confronto e intercâmbio gerem novos conhecimentos e novas possibilidades de intervenção na realidade econômica e social.

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica

Diretor do Hospital Sírio Libanês fala sobre pesquisa científica