Aluna de mestrado em Odontologia ganha prêmio nos EUA

A aluna Renata Antonaccio, do curso de mestrado em Odontologia do campus Indianópolis, ganhou o terceiro lugar no 20º Encontro Anual de Atendimento Odontológico Especial, realizado no Texas, Estados Unidos, com a pesquisa A expectativa dos graduandos em Odontologia da UNIP frente ao atendimento a pacientes que convivem com HIV/Aids.

O encontro em que Renata participou é um dos mais importantes eventos na área de odontologia para pacientes com necessidades especiais. A estudante teve orientação do professor Elcio Giovani, diretor e coordenador do Centro de Atendimento a Pacientes Especiais (Cape).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que os cirurgiões dentistas têm obrigação de atender pessoas portadoras do HIV, de modo que é essencial aos profissionais que tenham conhecimento da doença e da forma com que esses pacientes devem ser atendidos.

O estudo realizado pela aluna teve o objetivo de avaliar as expectativas, as atitudes e o conhecimento dos acadêmicos nesse caso. Foram aplicados cerca de 90 questionários para alunos do quarto ano do curso de Odontologia da Universidade, em dois momentos: no início e ao término do ciclo.

Depois que as respostas foram analisadas, constatou-se que no começo do curso a expectativa em aprender algo interessante era de cerca de 40%, já ao fim, o número subiu para 63,7%. Ao longo do aprendizado, cerca de 65% dos estudantes afirmaram que tinha conhecimento suficiente para realizar um bom atendimento.

Em relação à rejeição ao atendimento, as percentagens foram semelhantes no início e no final do curso, ficaram em cerca de 80,5%. No início do ano, 5% dos alunos disseram que atenderiam pacientes com HIV depois de formados, enquanto que, ao final do curso, 73% responderam que o fariam. No que diz respeito à biossegurança, menos da metade dos alunos tinham conhecimento sobre o assunto no início do curso e, ao final, o percentual foi de 98%.

Segundo o professor Elcio Giovani, 'os resultados mostraram mudanças dos alunos em relação ao atendimento a pacientes com HIV no transcorrer do aprendizado. Ao final do curso, todos os alunos se sentiram preparados para o atendimento das pessoas, sendo a biossegurança a chave para o sucesso do atendimento'.

Aluna de mestrado em Odontologia ganha prêmio nos EUA