Professor é prestigiado por suas atividades culturais

 

Emídio Silva Falcão Brasileiro, 43 anos, é natural de Irará, cidade do Recôncavo Baiano, e Cidadão Goiano desde 2004, graças aos seus relevantes trabalhos em prol da sociedade goiana nestes últimos 19 anos.

Idealizador, fundador e atual presidente da conceituada Academia Goianiense de Letras, ocupando a Cadeira 1. Pesquisador respeitado, escritor reconhecido, poliglota e muito culto (leu a Enciclopédia Barsa entre os 16 e 18 anos). É professor de Direito da graduação e da pós-graduação sempre venerado por todos os alunos da UNIP, com especialização em Planejamento Educacional, mestrado em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Ciências e Tecnologias, em Lisboa, e doutorado em Direito pela Universidade Autônoma de Lisboa. É autor de 14 livros já publicados, dentre os quais: Um Dia em Jerusalém, A Caminho do Deserto, Sexo, problemas e Soluções, Educação Sexual, O sexo nosso de cada dia, A outra face do sexo, Sabedoria, O livro dos Evangelhos, 400 maneiras de ser emocionalmente inteligente, A arte de ser feliz, Síntese do Direito Civil, Síntese do Direito Penal, Ética e Educação Emocional (vide o seu site: www.cultura.trd.br).

Elaborou a maior pesquisa sobre comportamento sexual do Brasil, que envolveu cerca de cinco mil entrevistados e abrangeu mais de mil perguntas sobre sexualidade. Para desenvolvê-la ele e sua esposa, a escritora e professora da UNIP, Marislei Brasileiro, consultaram no mínimo trezentas obras, de autores nacionais e estrangeiros. O trabalho foi executado durante cinco anos e meio e teve repercussão nacional e internacional (The New York Times). Ocuparam-se deles os principais veículos de informação do País, incluindo as revistas Veja, IstoÉ, Manchete (onde era colunista) e outras da Abril Cultural. O autor e sua esposa foram entrevistados por vários canais de TV, incluindo a Rede Globo, no programa Fantástico. Além disso, participaram de vários seminários sobre sexualidade e sexologia jurídica, nas principais universidades brasileiras. Orador emérito, já proferiu mais de 2.500 conferências no Brasil e exterior. Deverá proferir palestra na sede da Unesco sobre A educação nos países latinos.

No próximo ano deverá ser indicado a concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura. No entanto, o que mais nos encanta neste excepcional talento universitário é o seu bom senso e sua sabedoria associados a uma profunda humildade e disciplina, capacidade de organização, trabalho, talento e bom gosto para cultivar e divulgar o conhecimento com persistência, simpatia e sinceridade.