Universidade Paulista http://www2.unip.br Últimas notícias pt-br Copyright Unip. Todos os direitos reservados. UNIP - Universidade Paulista http://www2.unip.br/img/layout/logo_unip_rss.gif http://www2.unip.br 154 79 <![CDATA[12/07/2018 - Professor do curso de Direito tem artigo aprovado em simpósio internacional ]]> Por Prof. Guilherme Loria Leoni

O professor do curso de Direito do campus Araraquara, Guilherme Loria Leoni, teve seu artigo sobre ética nas atividades empresariais aprovado para apresentação no Quinto Simpósio Internacional Consinter de Direito — Universidad Complutense de Madrid — El Derecho y la Empresa, a realizar-se de 17 a 19 de outubro de 2018.

O texto, que tem como tema Compliance: ética, imagem e o homem cordial, foi aprovado para apresentação oral no evento e também para publicação em revistas científicas jurídicas de Portugal, Espanha e Brasil. Guilherme Leoni ressalta a importância do evento na comunidade jurídica e revela a satisfação de ter seu trabalho reconhecido pelo alto crivo do Conselho Editorial do evento, consubstanciado por juristas brasileiros e espanhóis.

“Fiquei extremamente honrado pela aprovação do artigo, que é parte do desenvolvimento de meu trabalho sobre compliance que trata do regramento a ser observado em inúmeras atividades, sobretudo na área empresarial com relacionamento público-privado, delineando a necessidade da atuação responsável pela questão legal e, principalmente, pela questão moral, com atos comparativos e modificativos na mentalidade e atuação do brasileiro, deixando de lado uma cultura prejudicial da vantagem em detrimento de direitos alheios e coletivos, adequando-se aos novos regramentos anticorrupção.”

Leoni afirma ainda que “a oportunidade é fabulosa em face de um evento internacional dessa envergadura, que possibilita demonstrar e defender uma necessária e real mudança do critério que macula a imagem de nosso país. As atividades empresariais necessitam de um jurídico consultivo quanto ao desenvolvimento de critérios de compliance com aplicação efetiva em sua funcionalidade, demandando advogados estudiosos de uma área que se mostra cada vez mais delimitada e especializada.”

A apresentação do trabalho ocorrerá em evento de relacionamento internacional entre Brasil e Espanha, contando com a participação de ministros do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça, catedráticos de universidades espanholas e brasileiras, pesquisadores e profissionais da área jurídica.

]]>
DATA12/07/2018
<![CDATA[29/06/2018 - Cursos do campus Assis alcançam boas notas no ranking do MEC ]]> Por Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) divulgou no mês de junho a versão atualizada do Conceito Preliminar de Curso. O CPC, como é mais conhecido, é a avaliação mais completa realizada pelo INEP, órgão do governo federal responsável por avaliar a qualidade dos cursos e o desempenho dos alunos no Ensino Superior no Brasil. 

Com base na pesquisa do INEP, a Revista Quero Bolsa, parceira da UNIP, filtrou as maiores notas e selecionou as 50 melhores faculdades do país e seus respectivos cursos.

O campus Assis destacou-se em pelo menos três cursos: Enfermagem e Nutrição com nota 5, ficando com a sexta colocação no ranking dos melhores do Brasil; e Farmácia com nota 4, ficando com a décima primeira colocação.

Todos os cursos foram separados por área de atuação, com ranking classificatório em âmbito nacional. O cálculo e a divulgação das notas ocorrem no ano seguinte ao da realização do Enade, com base na avaliação e desempenho dos estudantes que realizaram as provas.

 

]]>
DATA29/06/2018
<![CDATA[26/06/2018 - Seminário Internacional Social Meeting debate questão social, inclusão e resistência política ]]> Por Pós


A UNIP, por intermédio do professor doutor Evandro Prestes Guerreiro, líder do Grupo de Pesquisa “Cidade Digital e Sociedade do Conhecimento” (UNIP-CNPq), organizou o Seminário Internacional Social Meeting, realizado em Santos, nos dias 12 e 13 de junho. Segundo o pesquisador, que também coordena o curso de Administração no campus Santos, o propósito foi promover um debate sobre a questão social a partir da cooperação científica e tecnológica entre a Universidade Paulista e a Universidad Nacional del Comahue, na Argentina.
“A universidade tem a função social de preparar profissionais capazes de compreender seu próprio tempo e encontrar soluções inovadoras para antigos e novos problemas sociais”, afirma Guerreiro, para quem ainda é necessário que o professor promova inovações metodológicas e didáticas para medir o desempenho teórico-prático do futuro profissional que irá inserir no mercado de trabalho. “O Social Meeting, com apoio da Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UNIP, é uma proposta inovadora que impacta a realidade de quem coloca a questão social como centro de suas preocupações, como o caso do Brasil e da Argentina”, complementa o professor.
O doutor Félix Luciano Bustos, da Universidad Nacional del Comahue, keynote speaker do Social Meeting, compartilha dessa visão inovadora na educação superior e ressalta que o Brasil precisa de latinização cidadã, resistindo aos avanços do populismo alienante e opressor travestido de democracia. Félix Bustos ressalta também que não se pode esquecer da limpeza étnica que quase exterminou os indígenas latino-americanos. “A diversidade e a antixenofobia fazem parte da agenda global na modernidade, demandando a necessidade de preparar profissionais em condições de compreender a complexidade dos avanços tecnológicos, mas também treinados em suas competências socioemocionais para atuarem com responsabilidade social e vocacionados tecnicamente”, alertou o palestrante argentino.
Segundo a doutora em Psicologia Thalita Lacerda, “resistência é força, poder, energia capaz de promover a mudança social, que começa com a atitude individual para aceitar a si e coexistir com o outro.” O indivíduo, em seu papel profissional, pode resistir àquilo que o deprime na modernidade, tornando-se protagonista de seu destino diante da questão social. Já para Evandro Guerreiro, “a Sociedade 5.0 será excludente, caso o profissional da área social seja incapaz de intervir com protagonismo, conteúdo crítico e sensibilidade técnica para superar os limites da dependência tecnológica e assumir a orientação do seu tempo como trabalhador social.”
De acordo com o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Luiz Guilherme Vagner Junior, o judiciário brasileiro vem exercendo um papel histórico na consolidação democrática e na segurança dos direitos sociais, não só quando decide sobre temas polêmicos mas também quando educa o cidadão para priorizar os assuntos de interesse social, em vez de ocupar um juiz com sentenças para alguém que roubou duas melancias ou que abriu um processo judicial por ser impedido de entrar em festa trajando roupa inadequada. O desembargador, que também é coordenador do curso de Direito no campus Santos, sinalizou ainda que existe a necessidade ontológica de cumprir a lei, que serve de parâmetro para a civilidade, o respeito e o desenvolvimento social.
A abordagem da questão social como tema central do Social Meeting foi considerada excelente por 85% dos 323 participantes, que também elogiaram a aprendizagem adquirida e a atualidade do conhecimento. Setenta por cento dos acadêmicos envolvidos com o processo prático de avaliação consideraram a metodologia excelente, mesmo sendo trabalhosa a forma de medir o desempenho semestral, uma vez que se sentiram respeitados e valorizados pelo processo.
O próximo Social Meeting ocorrerá em junho de 2019, na Universidad Nacional del Comahue, Argentina.

]]>
DATA26/06/2018
<![CDATA[25/06/2018 - Alunos de MBA em Gestão de Obras e Edificações apresentam projetos sustentáveis em ETEC ]]> Por Prof. Claudio Scheidt Guimarães

No dia 25 de junho, os alunos do curso de MBA em Gestão de Obras e Edificação apresentaram Projetos Sustentáveis na ETEC II de Itaquera. A iniciativa se deu pelos coordenadores da ETEC, Gislene Pereira de Oliveira e Wagner Pereira, juntamente com o professor do curso de MBA Claudio Scheidt Guimarães.

O objetivo da parceria é contribuir para uma sociedade menos desigual e atender aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Nesse sentido, a relação entre a ETEC e a UNIP visa à integração e apresentação de projetos de inovação e desenvolvimento sustentável sob a perspectiva da estratégia da preservação do planeta, tanto no campo teórico como no da aplicação prática.

Segundo Claudio Guimarães, dada a importância dos Projetos Sustentáveis, faz-se necessário um ritmo mais intenso na consolidação de conhecimentos e práticas integradas de gestão para a implantação da inovação e a consequente aplicação dos 17 ODS. “A inovação é uma estratégia de diferenciação e competitividade que tem sido muito difundida, porém ainda pouco operacionalizada e utilizada pelas empresas”, concluiu o professor.

]]>
DATA25/06/2018
<![CDATA[25/06/2018 - Décimo Terceiro Seminário de Qualidade e Produtividade ]]> Por Pós

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UNIP realizou o Décimo Terceiro Seminário de Qualidade e Produtividade, organizado pelo professor Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto, no dia 14 de maio. 

O evento ocorre anualmente e visa discutir ideias, avanços e práticas no ambiente da qualidade nas empresas. Neste ano, o Seminário contou com a participação da professora titular da FEA-USP e membro da Academia Brasileira da Qualidade, Ana Cristina Limongi-França, que ministrou a palestra intitulada Qualidade de vida no trabalho.

]]>
DATA25/06/2018
<![CDATA[25/06/2018 - Pesquisa da UNIP repercute na comunidade científica da China ]]> Por Pós

O artigo científico Comparing costs and supply of supporting and regulating services provided by urban parks at different spatial scales, publicado pelo Grupo de Pesquisa do Laboratório de Produção e Meio Ambiente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção da Universidade Paulista (PPGEP-UNIP), foi traduzido para o chinês e tem sido divulgado na comunidade científica chinesa como “hot topic”.
Nos últimos anos, a comunidade científica chinesa tem utilizado as redes sociais para divulgar trabalhos, traduzidos pela Elsevier Science, de interesse para seus programas de pós-graduação.
O artigo foi baseado na tese de doutorado de Mirtes Mariano, docente do ICET-UNIP, que também o assina como autor junto com os professores doutores Cecilia Almeida, Feni Agostinho e Biagio Giannetti, todos três do PPGEP-UNIP. O texto é resultado ainda de cooperação internacional, contando com a participação dos autores Luca Coscieme, que realizou estágio de pós-doutoramento no PPGEP-UNIP e atualmente é pesquisador do Trinity College Dublin, e Gengyuan Liu e Zhifeng Yang, professores doutores da Beijing Normal University.
Publicado em 2018, no periódico Ecosystem Services, o artigo trata da produção de serviços ecossistêmicos nos parques da cidade de São Paulo e pode ser acessado pelos links abaixo.
Versão original: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2212041617301213?via%3Dihub#f0010
Versão em chinês:
https://mp.weixin.qq.com/s/eLj73IaRELz44Lo8uuzApg

]]>
DATA25/06/2018
<![CDATA[25/06/2018 - Terceiro Fórum Temático sobre Redes Organizacionais ]]> Por Pós

O Programa de Mestrado em Administração da UNIP, em parceria com a Universidade Federal de Lavras, a Universidade Municipal de São Caetano do Sul, a Universidade Federal da Bahia e a Fundação Dom Cabral de Belo Horizonte, realizou o Terceiro Fórum Temático sobre Redes Organizacionais, no dia 13 de junho, no campus Indianópolis.

O evento contou com 87 participantes de universidades de vários estados e marcou a continuidade da integração entre pesquisadores de redes no Brasil. Nesta edição, foram debatidos cinco temas, com os respectivos coordenadores:

1. Economia solidária - Dimas Gonçalves (PUCCAMP);

2. Sobre redes e supply chain - Márcio Machado (UNIP);

3. Redes e sustentabilidade - Biagio Giannetti (UNIP);

4. Relações interorganizacionais e aprendizagem - Anelise Mozzato (UPF);

5. Governança como construção social - Rosileia Milagres (Fundação Dom Cabral).

Além dos debates, o professor da UNB e integrante da diretoria da ANPAD, Valmir Emil Hoffmann, proferiu a palestra A produção brasileira sobre redes. Ao final do evento, foram relatados os resultados das discussões e apresentadas sugestões para o próximo Fórum.

Os arquivos e vídeos podem ser acessados na página: http://forumredes.wordpress.com

]]>
DATA25/06/2018
<![CDATA[21/06/2018 - Primeira Conferência internacional do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção ]]> Por Pós

Entre os dias 4 e 6 de junho, a UNIP promoveu o NETLOG - International Conference on Network Enterprises & Logistics Management 2018.

A Conferência sobre Redes de Empresas e Gestão de Logística - NETLOG foi o primeiro evento organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Paulista em parceria com instituições de ensino internacionais, como a Universidade Livre de Bruxelas, pesquisadores acadêmicos e empresas.

Segundo o professor João Gilberto Mendes dos Reis, presidente do Comitê Organizador, o objetivo da Conferência foi discutir os desafios do gerenciamento de logística para as redes de empresas em todo o mundo, bem como debater assuntos relevantes para promover a atualização acadêmica na área da Engenharia de Produção.

Diversos temas foram abordados, como cadeias de suprimentos do agronegócio, tomada de decisão e sistemas especialistas, cadeias de suprimento verde, logística humanitária e emergencial, cadeias de suprimento da indústria 4.0, entre outros.
Foram mais de 129 trabalhos inscritos, dos quais 98 foram apresentados para discussão durante a Conferência. O presidente do Comitê Científico, Pedro Luiz de Costa Neto, destacou a excelente qualidade dos trabalhos do evento, que contou com a participação de estudantes e professores de mais de 26 instituições do Brasil e do mundo, além de renomados palestrantes, que contribuíram para o desenvolvimento do campo de estudo.

]]>
DATA21/06/2018
<![CDATA[19/06/2018 - Cursos de Direito e de Psicologia promovem palestra sobre saúde mental dos universitários ]]> Por Cristiane Fedrigo

No dia 7 de junho, os cursos de Direito e de Psicologia do campus São José do Rio Preto promoveram uma palestra sobre o tema Saúde mental e melhoria da qualidade de vida dos estudantes universitários, direcionada aos alunos de ambos os cursos. O evento ocorreu no anfiteatro da unidade, nos períodos diurno e noturno.

A coordenadora auxiliar do curso de Direito, Eliani Nimer, realizou a abertura salientando a importância do tema e agradecendo a presença de todos. Em seguida, a convidada para abordar o tema, professora mestre, psicóloga clínica e docente do curso de Psicologia da UNIP, Thamires Monteiro do Carmo, proferiu a palestra.

A mesa de discussão contou com a presença do professor e advogado Clóvis Lima da Silva, no período diurno, e do professor e promotor de justiça Ary Cesar Hernandez, no período noturno.

Segundo a psicóloga, a saúde mental do estudante universitário é um tema de grande importância para a prevenção e remediação dos fatores causadores de sofrimento, assim como para a divulgação de serviços oferecidos para estudantes vulneráveis.

 

]]>
DATA19/06/2018
<![CDATA[19/06/2018 - A Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa comunica as defesas de maio de 2018 ]]> Por Pós Graduação

Data da defesa: 14/05/2018
Autor: José Aparecido Batista Junior
Orientador: Profa. Dra. Simone Luci Pereira
Programa: Doutorado em Comunicação
Título: Você tem sede de quê? Você tem fome de quê? Cultura midiática, práticas de consumo e cotidiano entre camadas subalternas em Sorocaba/SP
Resumo: Os estudos sobre cidadania, cultura do consumo, cotidiano, comunicação, cultura, diferenças, políticas sociais, cidade, globalização e circulação são discutidos nesta tese não apenas com base nos modelos clássicos mas também por meio dos Estudos Culturais Britânicos (ECB) e da interdisciplinaridade. Com a diversidade cultural surgem novos hábitos de consumo, interferindo no pertencimento do sujeito, nas práticas cidadãs e nos processos de identidade. Relacionamos subalternidade e cultura do consumo para questionar e fissurar o pensamento hegemônico que dita o que as pessoas em situação de miserabilidade econômica devem possuir e onde permanecer na cidade, o que influencia as interpretações dos gestores das políticas públicas sociais e culturais. A pesquisa visa ultrapassar os estudos restritos às questões de classe em um momento em que há maior participação e visibilidade de grupos subalternos em meios de comunicação de massa, porém, as informações transmitidas ainda são as que não confrontam os interesses próprios e do Estado (DOWBOR et al., 2000), impedindo o pleno exercício de práticas cidadãs e acesso à informação. O consumo aqui é um método para pensar, socializar e acessar a vida cotidiana, não sendo entendido como um ato irracional do grupo não hegemônico. Discutimos sobre o processo de formação da cidade sob a óptica intercultural, interessando o entrelaçamento da vida individual com a coletiva, na qual a diferença ganha espaço para a promoção do diálogo, com orientação e viés da comunicação e da cultura do consumo. As visitas de campo, as entrevistas e a etnografia das práticas do consumo serviram para a construção mais próxima do cotidiano dos sujeitos da pesquisa. As falas apresentadas auxiliaram o entendimento do processo de formação dos bairros estudados do município de Sorocaba, SP, os trânsitos, os pertencimentos e as práticas do consumo na(da) cidade a partir do não hegemônico e da escuta da voz do subalterno. Relacionamos o consumo e o cotidiano perpassando por questões econômicas, sobretudo em função da má distribuição da riqueza socialmente produzida. Ao sermos orientados pela cultura do consumo, analisamos o cotidiano e o território em que o indivíduo vive, indo além do local de moradia, apropriando-nos do seu cotidiano.


Data da defesa: 15/05/2018
Autor: Regina Helena de Oliveira Santos Nicolósi
Orientador: Profa. Dra. Malena Segura Contrera
Programa: Mestrado em Comunicação
Título: Naturalidade sem natureza: a construção da mulher como simulacro na Revista Plástica & Beleza
Resumo: O tema discutido neste trabalho é a violência simbólica contra a mulher, a ação ideológica da naturalização de um padrão específico de corpo feminino por meio da relação mimética entre corpo e imagem, tomando como referencial a análise de um segmento da mídia impressa, a revista Plástica & Beleza (P&B). Analisamos a construção do corpo-máquina feminino na mídia impressa e o aumento de práticas invasivas, como cirurgias plásticas, utilizadas como meio de obtenção da estética perfeita e dita natural. A materialidade das revistas e as imagens veiculadas pela mídia fazem viger o padrão estético ideal, aparentemente só alcançado por meio do Photoshop ou de cirurgias e tratamentos radicais, difundido pela indústria cultural e ao qual a mulher se submete e replica. Verificamos nos dez exemplares analisados da P&B o conceito de naturalidade referido na revista pela incidência de palavras como “natural”, “naturalidade”, “naturalmente” e “natureza”. Nossa hipótese central é que a violência simbólica se perpetua por ser autoimposta, quando a mulher se submete aos padrões de beleza ditos “naturais” e impingidos a ela pela mídia. A violência simbólica contra a mulher se faz presente quando ela busca mimeticamente adequar seu corpo a esta imagem ideal de beleza veiculada pela mídia, nem que seja se submetendo a práticas invasivas que se autodenominam efeito “natural” e que induzem a mulher a descobrir sua “verdadeira beleza”. No primeiro capítulo, analisamos o corpus que propõe como ideal um corpo “natural”, muito embora produzido para ocultar ou resolver imperfeições consideradas não naturais com a comercialização de produtos e serviços anunciados. No segundo, exploramos os conceitos de “natureza”, “naturalidade”, “natural” e “naturalmente” frequentes no corpus. No terceiro capítulo, averiguamos o papel da mimese na construção da imagem do corpo feminino. Entendemos que o corpo paga um alto preço nesse processo de tentar se assemelhar à imagem dita “natural”, perdendo a capacidade proprioceptiva e embotando seus sentidos. O consumo dos produtos e técnicas anunciados na revista leva à construção do corpo da mulher por meio da mimese e os conceitos de “natural”, “natureza” e “naturalidade”, por trás deles, são utilizados na comunicação da indústria da beleza para perpetuar a violência simbólica contra a mulher. A mimese ocorre por meio da mediação do corpo, levando as mulheres a desenvolver um comportamento no qual modificar o corpo se torna “natural”, assemelhando-o à imagem, imortal, do “perfeito”, mesmo que o processo o anestesie e torne a imagem corporal imutável e impermeável às ações do tempo e às vivências. Nosso referencial teórico está baseado em Wulf, Contrera, Baitello Jr., Hillman, Coghe, entre outros.

Data da defesa: 29/05/2018
Autor: Luciana de Carvalho Cunha
Orientador: Prof. Dr. Arnaldo Luiz Ryngelblum
Programa: Mestrado em Administração
Título: Uma análise das distintas práticas de governança contratual na administração de Hospitais Universitários Públicos Federais
Resumo: A globalização, os avanços tecnológicos e a disseminação da informação em tempo real tornaram mais complexa a gestão pública. Em tal contexto, o Estado, de um lado, tem como responsabilidade o atendimento das necessidades da população por meio das políticas públicas que envolvem uma série de ações e medidas; de outro, encontra-se a sociedade, que cobra e pressiona cada vez mais, exigindo serviços de boa qualidade, ética e transparência nas ações do Estado. A saúde pública no Brasil é “um direito de todos e dever do Estado”, conforme Artigo 196 da Constituição Federal, porém, manter a máquina pública em pleno funcionamento e dentro dos paradigmas legais em um cenário de recursos escassos e alta demanda, torna a rotina dos gestores públicos uma tarefa nada fácil. Com a instituição do Decreto nº 7082/2010, é criado o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (REHUF) que, entre seus objetivos, estabelece a criação de mecanismos de governança que permitem as condições necessárias ao pleno desenvolvimento das funções das organizações de saúde. Entre as rotinas diárias do Hospital se encontram as contratações de bens e serviços, que estão cercadas de vasto arcabouço legal e normativo. O presente estudo amparou-se na associação dos temas governança e teoria institucional, visto que a governança permite ao governo estabelecer e implementar políticas públicas, por meio de seus instrumentos, e a teoria institucional, por outro lado, percebe as organizações como sistemas sociais e culturais, em que os atores envolvidos compartilham um mesmo entendimento da realidade social em que convivem. Assim, o objetivo deste estudo foi descrever e analisar as distintas práticas de governança e verificar quais estratégias os atores utilizam para estabelecer os mecanismos de governança nas contratações de bens e serviços no Hospital Universitário da Administração Pública Federal. A metodologia adotou a abordagem de pesquisa qualitativa, utilizando como método de investigação o estudo de caso, sendo o objeto de estudo o Hospital Universitário de São Paulo, órgão da Administração Pública Federal. A coleta de dados efetivou-se por meio do emprego de entrevistas semiestruturadas com atores que fazem parte do universo das licitações, além de utilizar a observação espontânea participante e coleta de dados secundários. Os resultados alcançados possibilitaram concluir que as regras são legitimadas pelos atores e permeiam as rotinas, assumindo formas como hábito, imitação e obediência, ou seja, estão tão inseridas no cotidiano que se tornaram hábitos inconscientes que não encontram resistência pelos atores, caracterizando-se como a estratégia de aquiescência. O presente estudo permitirá aos gestores públicos uma melhor compreensão e dinâmica das regras institucionalizadas, possibilitando a indicação de melhores diretrizes sobre como gerenciar o cotidiano, de modo que se alcancem as mudanças que se impõem como necessárias. Sugere-se para novos estudos, a abordagem em redes associada aos temas governança e institucionalismo entre os Hospitais Universitários, bem como a aplicação de métodos quantitativos e de multicasos.

Data da defesa: 30/05/2018
Autor: Ana Paula Silva Moreno
Orientador: Prof. Dr. Antonio Adami
Programa: Mestrado em Comunicação
Título: Mídia e design na preservação da cultura regional: as bordadeiras de Entremontes, Alagoas
Resumo: Considerando conteúdos teóricos de Edgar Morin (2003), Gilles Lipovetsky e Jean Serroy, Peter Burke (2006), Maurice Halbwachs (2004) e Mario Vargas Llosa (2012), o tema da pesquisa abrange os estudos sobre memória, cultura, globalização e hibridismo cultural, a fim de debater se a mídia e o design podem contribuir na preservação de um patrimônio imaterial de uma cultura regional, especificamente, da técnica de bordado “redendê”. A pesquisa é embasada no projeto “Fusões e Inserções”, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) em 2014, que convidou os designers Fernando e Humberto Campana para interagir com bordadeiras do povoado de Entremontes (Alagoas), que preservam sua técnica do bordado “redendê” há séculos. A proposta de design dos irmãos Campana foi inovar o bordado centenário “redendê” e propor uma nova funcionalidade ao produto final. Criaram-se então luminárias, que chamaram de “Retratos Iluminados”, nas quais os rostos das próprias bordadeiras foram bordados neles. As peças foram exibidas no Rio de Janeiro, durante as Olimpíadas de 2016, e em Milão, durante a maior feira de móveis do mundo, o Salone dei Mobile, em 2017. O projeto teve repercussão de mídia nacional e internacional. Com base na pesquisa quantitativa e qualitativa realizada com as bordadeiras, constatamos que existe uma real preocupação com a preservação do patrimônio cultural imaterial do trabalho das bordadeiras de Entremontes e o design e a mídia podem contribuir para preservar a técnica “redendê”.

]]>
DATA19/06/2018
<![CDATA[18/06/2018 - Professora da UNIP oferece, gratuitamente, livro para desenvolver o raciocínio lógico ]]> Por Roberta Abrahao

Publicação direcionada a alunos do Ensino Fundamental e Médio e demais interessados utiliza situações cotidianas para desenvolver habilidades relacionadas à matemática e à interpretação de texto.

Resultados de exames nacionais e internacionais têm revelado que estudantes brasileiros ainda não apresentam nível satisfatório na aplicação de conteúdos que constam no currículo escolar. Levantamentos recentes, como o estudo “Analfabetismo no Mundo do Trabalho”, concluem que somente 8% da população do Brasil a partir de 15 anos de idade são proficientes em Português e Matemática.

Esse cenário motivou Christiane Mazur Doi, professora titular da Universidade Paulista – UNIP e coordenadora da CQA/UNIP – Comissão de Qualificação e Avaliação de Cursos da instituição, a escrever seu novo livro, Exercitando as capacidades de raciocinar, calcular e interpretar – 60 questões do PISA detalhadamente explicadas e resolvidas.

O livro está disponível no formato digital, em PDF, gratuitamente no blog da Christiane. O estudante deve acessar o endereço chrismazur16.wordpress.com e fazer o download do material.

Publicada de forma independente, a obra oferece explicações conceituais e resolve, de forma didática e detalhada, sessenta exercícios do exame internacional PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). O livro visa ao aprimoramento do uso do raciocínio lógico, da realização de cálculos e da interpretação de textos.

Segundo a autora, o desenvolvimento do raciocínio lógico e matemático é essencial para a compreensão de situações do dia a dia, como o cálculo de juros em financiamentos bancários e o significado de mapas que contêm taxas de homicídios por 100 mil pessoas, por exemplo.

“Acredito que se a Educação Básica no Brasil, de fato, fornecer bases para o desenvolvimento do raciocínio lógico, para o uso de ferramentas matemáticas na resolução de problemas concretos e para a utilização do pensamento criativo na proposta de soluções, poderemos construir uma nação mais produtiva e com menos desigualdades”, conclui Christiane.

O exame PISA é uma das mais importantes avaliações de desempenho. Realizado a cada três anos, em mais de 70 países, sob a coordenação da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), avalia o letramento de estudantes na faixa dos 15 anos nas áreas de Leitura, Matemática e Ciências. Essa prova procura avaliar habilidades e competências relativas às análises e interpretações de enunciados contextualizados, ao uso do raciocínio lógico para a solução de problemas e à comunicação eficiente de ideias. Embora o Brasil tenha participado de todas as edições do exame internacional, nosso país encontra-se no grupo de nações com os piores resultados”, afirma a professora.

Christiane Mazur Doi é autora de oito livros publicados sobre Matemática e Física. Em seu blog, posta semestralmente informações sobre exames internacionais e disponibiliza materiais e atividades gratuitos para auxiliar estudantes e interessados.

Sobre a autora

Christiane Mazur Doi é Doutora em Engenharia Metalúrgica e de Materiais, Mestra em Ciências (Tecnologia Nuclear) e Engenheira Química, com Aperfeiçoamento em Tópicos de Estatística. É professora titular da Universidade Paulista – UNIP, na qual atua desde 1993, e coordena a CQA/UNIP (Comissão de Qualificação e Avaliação de Cursos da UNIP), um importante núcleo que produz material pedagógico destinado a alunos e professores de todos os cursos e campi da universidade. Christiane é autora dos seguintes livros: Explicando Matemática (Ed. LCM, 2018), Explicando Física e Química (Ed. LCM, 2018), Como Visualizar e Resolver Limites – 100 exercícios detalhadamente explicados (Ed. LCM, 2016), Conversando sobre Funções, Fórmulas, Gráficos, Tabelas e Contagens – Contém 75 Exercícios Detalhadamente Resolvidos (Ed. LCM, 2014), Dicas para Escrever Melhor (LCM, Ed. 2013), Física – Volume I – Mecânica (Ed. LCM, 2013), Como Resolver Derivadas e Integrais – Mais de 150 Exercícios Resolvidos (Ed. LCM, 2012), A Matemática do Enem – Mais de 110 exercícios resolvidos (Ed. LCM, 2011).

SERVIÇO

Livro Exercitando as capacidades de raciocinar, calcular e interpretar – 60 questões do PISA detalhadamente explicadas e resolvidas

Autora: Christiane Mazur Doi

Publicação independente e gratuita

Mais informações e download: https://chrismazur16.wordpress.com/

]]>
DATA18/06/2018